Educação Permanente (EP)

O Município de Sobral passou por grandes transformações no setor saúde durante a década de 1990. Fruto dessas mudanças, encontramos a reformulação das práticas nesse setor a partir da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS).

A Escola de Saúde Pública Visconde de Saboia (ESP-VS) assume um papel fundamental para a implementação dessa política, constituindo-se como um centro de formação técnica para o Sistema Único de Saúde (SUS) e auxiliadora nos processos de educação permanente com o Grupo de Trabalho de Educação Permanente (GTEP), Tutores do Sistema de Saúde Escola e mais recentemente com o apoio dos residentes. Vem favorecendo à formação de profissionais para o Sistema Único de Saúde (SUS) a partir da constatação da necessidade de readequar e intensificar o processo de formação dos trabalhadores de saúde que atuam no Sistema Municipal de Saúde de Sobral. É responsável pelo desenvolvimento de processos de educação na saúde para o SUS a partir da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS). A concepção pedagógica da ESP-VS está fundamentada nos princípios da Formação por Competência, da Educação Permanente em Saúde (organização do processo educativo a partir do processo de trabalho) e da Educação Popular.

O modelo de Sistema Saúde Escola de Sobral, implantado desde 1997, vem tencionando uma prática pedagógica de integração ensino-serviço que articula as instituições acadêmicas e de saúde que, integradas, regionalizadas e hierarquizadas, prestam a atenção à saúde da população, segundo os preceitos do SUS.

Cabe destacar que Educação Permanente em Saúde é compreendida como processos educativos suscitados a partir de uma reflexão do processo de trabalho real, e que tem a sua transformação das práticas como principal objetivo.

Os fundamentos que norteiam as ações do GTEP podem ser assim descritos: o desejo de desenvolver tecnologias inovadoras no âmbito do SUS, através da qualificação de profissionais, considerando abordagens teórico-metodológicas em que sejam utilizadas ferramentas que propiciem a reflexão, a síntese e a análise do contexto da formação em saúde objetivando a construção de uma práxis promotora de saúde e o apoio ao desenvolvimento de práticas de Educação Permanente visando a ressignificação e reorientação do processo de trabalho da equipe.

O foco das ações de Educação Permanente da ESP-VS são diretamente relacionadas às necessidades dos serviços do Sistema de Saúde de Sobral. O GTEP auxilia de forma pedagógica as atividades que podem ser desenvolvidas no território e no espaço físico da ESP-VS, atuando no planejamento, organização, execução, monitoramento e avaliação das atividades. Utiliza uma atuação educativa coerente com os princípios da aprendizagem significativa, favorecendo avaliação precisa e continuada das ações de Educação Permanente. Os tutores e residentes atuam in locus possibilitando apoio pedagógico para as equipes de saúde nos diferentes territórios.